free html hit counter Web Interstitial Ad Example
6 de Dezembro, 2021

Cinema Tv

Tudo sobre cinema, séries e tv!

Após Camila Pitanga, HBO Max anuncia contratação de Raphael Montes

3 min read
Autor de 'Bom Dia, Verônica' reforça time de roteiristas da plataforma, que vem arregimentando talentos das concorrentes Globo, Netflix e Amazon ...

A HBO Max mostrou que não está para brincadeira. Só nesta semana, a plataforma de streaming, que chegou ao país há pouco mais de um ano, anunciou a contratação da atriz Camila Pitanga e, agora, do escritor Raphael Montes, tomando para si nomes conhecidos das concorrentes Globo, Netflix e Amazon.

Montes era uma aposta da Netflix no cenário nacional depois do sucesso da série Bom Dia, Verônica, adaptada de um livro do autor. O escritor também atuou como roteirista em produções televisivas como A Regra do Jogo (Globo) e a dupla de filmes A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais, do Amazon Prime Video. De contrato assinado com o HBO Max, o autor não é exclusivo do canal, porém, a plataforma tem prioridade no desenvolvimento de produções assinadas por ele. Segundo comunicado divulgado à imprensa, Montes atuará como criador e produtor executivo de séries, longas e telesséries, sendo o responsável pela criação da primeira telessérie original da HBO Max, além de explorar sua gama de livros disponíveis para adaptação.

No lado global, a debandada começou ainda no ano passado, bem antes de Camila Pitanga, que atuará na frente das câmeras e também por trás delas como produtora, em conteúdos a serem anunciados. Ainda em novembro, o autor Silvio de Abreu, que ocupou o posto de chefão das novelas da Globo de 2014 a março de 2020, anunciou que estará à frente do novo núcleo de telesséries do canal, e parece ser o responsável pela arregimentação de talentos que se desenrola desde então. “Meu trabalho será selecionar histórias, autores, diretores e atores para uma estrutura de produção contínua de telesséries — que são um híbrido entre a série e a novela”, revelou o autor em entrevista a VEJA.

Com cerca de 50 capítulos, as telesséries prometem combinar a base do melodrama, característica dos folhetins latinos, ao ritmo mais acelerado das séries tradicionais. Com essa estratégia, o canal pode agradar tanto o público do streaming, acostumado a produções mais enxutas e sem muitos pudores, como a turma da TV aberta, que tem se aclimatado aos novos tempos através do Globoplay, detentor de um amplo catálogo de novelas. A HBO ainda anunciou que pretende colocar no ar 100 produções brasileiras em um período de dois anos. “Estamos muito confiantes no desenvolvimento desta nova área. Acreditamos na força do melodrama para atrair as audiências globais. O Brasil é um celeiro de talentos e ideias”, comenta Mônica Albuquerque, que comanda a área de talentos da Warner Media na America Latina.

Além de Silvio de Abreu, e agora Raphael Montes, estão por trás das câmera outros nomes com passagem pelos concorrentes, como Joana Jabace (Segunda Chamada), Flávia Lacerda (Mister Brau) e Patrícia Andrade (Por Toda a Minha Vida). Já na frente das lentes, Angélica terá um talk show sobre astrologia. Boatos circulam que Grazi Massafera, Selton Mello, Gabriel Leone e Fabrício Boliveira também estariam na mira do streaming.

Continua após a publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.