free html hit counter Web Interstitial Ad Example
28 de Setembro, 2021

Cinema Tv

Tudo sobre cinema, séries e tv!

Morre Sérgio Mamberti, ator que foi da TV Tupi à Netflix, aos 82 anos

3 min read
Ator estrelou novelas em diversos canais, como Record, Manchete e Globo, e conquistou uma geração na pele do dr. Victor, do 'Castelo Rá-Tim-Bum' ...

Morreu na madrugada desta sexta-feira, 3, o ator Sérgio Mamberti, aos 82 anos. Ele estava internado em um hospital de São Paulo com uma infecção nos pulmões. Em julho deste ano, Mamberti foi hospitalizado por 15 dias para tratar de uma pneumonia.

Figura onipresente na TV brasileira, Mamberti passou por diversos canais ao longo da sua carreira, desde a extinta TV Tupi chegando até mesmo a flertar com o streaming, ao participar da série nacional 3%, na Netflix.

Nascido em Santos, São Paulo, em 1939, Mamberti se formou em arte dramática na USP e logo engatou numa prolífica carreira no teatro. Dividiu a coxia com nomes como Ruth Escobar, Antônio Abujamra, Beatriz Segall, Paulo Autran, entre outros. Ao fim dos anos 60, juntamente com seu irmão, o também ator Cláudio Mamberti (1940-2001), começou a trabalhar em telenovelas. Inicialmente atuou em folhetins da TV Record, passou pelas extintas TV Tupi e Manchete, na qual atuou no sucesso Pantanal (1990). Passou ainda pelo SBT, e fez trabalhos marcantes na Globo, como a novela Vale Tudo (1988), na pele do mordomo Eugênio, e os títulos Olho no Olho (1993), Engraçadinha: Seus Amores e Seus Pecados (1995), O Clone (2001), Flor do Caribe (2013), e Sol Nascente (2016), seu último trabalho na emissora carioca.

Com o personagem Dr. Victor Stradivarius, no programa infanto-juvenil Castelo Rá-Tim-Bum, na TV Cultura, entre 1994 e 97, Mamberti marcou uma geração de crianças, na pele do feiticeiro dono do castelo onde a trama se passava. “O Rá-Tim-Bum reunia criatividade e cultura com educação”, disse ele em entrevista a Pedro Bial sobre o programa do qual se orgulhava.

Sérgio Mamberti como Dr Victor no ‘Castelo Rá-Tim-Bum’ –//Divulgação
Sérgio Mamberti na novela ‘Vale Tudo’ –//Reprodução

Para além do teatro e da TV, Mamberti foi uma figura imponente no cinema brasileiro. Participou de títulos como O Bandido da Luz Vermelha (1968), Toda Nudez Será Castigada (1973), e A Dama do Cine Shangai (1987), entre outros. Atualizado, chegou a experimentar a onda do streaming ao participar da primeira série nacional da Netflix, a distopia 3%. Mamberti também foi produtor, diretor e artista plástico.

Fora dos personagens, o ator era um entusiasta da política. Participou da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT), e atuou em diferentes secretarias do Ministério da Cultura durante o governo Lula. Este ano, lançou o livro de memórias Sérgio Mamberti: O Senhor do Meu Tempo (Edições Sesc), no qual contou detalhes sobre dois grandes amores de sua vida pessoal. A primeira foi a melhor amiga e esposa Vivian Mehr, com quem teve três filhos. Ela morreu aos 37 anos, em 1980, perda da qual o ator dizia nunca ter superado. Depois, ele conheceu Ednaldo Torquato, homem que se tornou seu companheiro por quase quatro décadas até sua morte, em 2019, aos 62 anos. Com ele, Mamberti adotou uma filha. “Sei que nunca vou me recuperar dessas duas perdas, mas a vida exige coragem e esperança para seguir em frente”, disse na época do lançamento do livro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.